Atlas

O Atlas RL-eye apresenta casos clínicos de Oftalmologia. A qualidade das imagens e dos vídeos, bem como a exaustiva documentação de cada caso clínico, são um poderoso meio para compreender as patologias da retina.

Filtrar
Filtrar

Capítulos


Casos Clínicos

Idade (intervalo)

Tipos de intervenções


Limpar
DOENÇAS INFLAMATÓRIAS CORIORRETINIANAS - Causas infecciosas
Toxocaríase Ocular

A Toxocaríase é uma doença infeciosa parasitária causada pela larva do nemátodo Toxocara canis e Toxocara cati, que são vermes que habitam nos intestinos dos hospedeiros. Os humanos são hospedeiros acidentais, nos quais a infeção anómala ocorre porque os parasitas não completam a sua maturação. Esta infeção é cosmopolita.

O modo usual de infeção é a ingestão, através das mãos, de solo contaminado ou de alimentos crus. As crianças que têm um estreito contato com cães (cachorros) têm um grande risco de infeção.

A doença é tipicamente unilateral e a maior parte das vezes observada em crianças. No entanto, têm sido relatados alguns casos em adultos. Os sintomas incluem diminuição da acuidade visual, mas a manifestação clínica inicial pode ser estrabismo ou leucocória.

Existem três formas principais de toxocaríase ocular:

  • Granuloma periférico
  • Granuloma do polo posterior
  • Endoftalmite crónica

O granuloma é geralmente branco-amarelado, com um tamanho de cerca de 1 a 2 diâmetros disco, onde a larva está encistada. Um achado comum é uma prega radial da retina, que se estende desde o granuloma até ao disco ótico. A vitrite pode ser moderada a grave e os doentes podem apresentar-se com hipópion.

As complicações incluem heterotopias maculares, membranas epirretinianas, descolamento tracional da retina, descolamento do corpo ciliar com hipotonia, catarata, glaucoma secundário e pthisis bulbi.

O diagnóstico é baseado no quadro clínico e na confirmação serológica de anticorpos IgG e IgM específicos usando o método ELISA. Outros métodos são a deteção de IgG específica anti-toxocara por Western-blot, a IgE específica e a análise de líquidos intraoculares por PCR. Os doentes com a larva migrans visceral têm leucocitose e hipereosinofilia, que estão ausentes nos doentes com toxocaríase ocular.

Diagnóstico Diferencial

  • Doenças que causam leucocória:
  • Retinoblastoma
  • Doença de Coats
  • Retinopatia do prematuro
  • Persistência da vascularização fetal
  • Vitreorretinopatia exsudativa familiar
  • Toxoplasmose
  • Pars planitis
  • Endoftalmite endógena
Casos Clínicos