Actualização do browser
  • Está a usar uma versão do browser antiga, por favor actualize-o. Para mais informações visite Optimization and compatibility para mais informações.
04 Oct 2017

Novidades

Descolamento do vítreo

O vítreo é um fluido gelatinoso e transparente que preenche a maioria do interior do globo ocular e que ajuda a manter a forma do olho, encontrando-se em contacto com a superfície da retina.

À medida que os olhos envelhecem, as características do vítreo alteram-se, fica cada vez mais liquefeito, podendo conduzir à separação do vítreo da retina, isto é, ao descolamento do vítreo. Apesar de originar alguma sintomatologia que pode interferir com a capacidade de visão, como é exemplo a percepção das chamadas “moscas volantes”, o descolamento do vítreo é, à partida, uma situação benigna e inofensiva.

No entanto, em alguns casos, ao descolamento do vítreo podem suceder-lhe rasgaduras na retina e consequentemente descolamento regmatogénio da retina.

O descolamento regmatogénio da retina é o tipo de descolamento mais frequente, provocado por uma rasgadura que permite o acesso do vítreo liquefeito ao espaço subretiniano. É geralmente precedido do descolamento do vítreo posterior causando fotópsias e floaters (“moscas volantes”). Os sintomas após o descolamento incluem visão desfocada, metamorfopsias, defeitos no campo visual e/ou perda da visão central.

O tratamento do descolamento regmatogénio da retina é cirúrgico e o prognóstico é substancialmente melhor se a área macular não se encontrar descolada no momento da cirurgia e quanto menor for o intervalo entre o descolamento e a cirurgia.

Saiba mais em:

http://atlasrleye.com/index.php/pt/atlaspt/disease/8-rhegmatogenous-retinal-detachment?chapterid=3 

http://atlasrleye.com/index.php/pt/novidades/article/91-pequeno-dicionario-de-termos-tecnicos?catid=20:noticias 

 

 

Descolamento do vítreo